20140902

"Dão e Sabores de Portugal"




"Dão e Sabores de Portugal". Nas "casinhas" nos topos da zona verde junto ao "Espelho de Água". irá decorrer uma mostra de produtos de Concelho de Oliveira de Frades, até 7 de Setembro (Domingo), no seguinte horário: das 17 horas às 24 horas durante a semana e ao fim-de-semana, das 14 horas às 24 horas. Na zona central e com início no dia 4 de Setembro (Quinta-feira) e no mesmo horário, vão estar disponíveis produtos tradicionais portugueses de excelência, com o “Selo de Garantia" da QUALIFICA - Associação Nacional de Municípios e de Produtores para a Valorização e Qualificação dos Produtos Tradicionais Portugueses. Licores, ovos moles de Aveiro, pão de Ul, enchidos, biscoitos e queijo são alguns dos produtos que os visitantes poderão adquirir.
.

Faltam Papeleiras Feira de "São Mateus"


A feira anual de Viseu se quiser sair para muito além dos limites da cidade, até da região e atrair os nossos vizinhos espanhóis de Castela e Leão, tem potencialidades para o conseguir.

Azulejos de Viseu - "Santo Izidro"


Painel de azulejos representado "Santo Izidro", pintura de F. Pereira (1936), Fábrica do Outeiro, Águeda. Santo Isidro ou Isidoro é o patrono dos lavradores e a sua festa celebra-se a cada dia 15 de Maio [saber +], (F. Pereira - o pintor Fernando Luís Pereira)

Caminhada Fragosela

Clique sobre a imagem para ampliar

Caixas de Correio # 58


Nem as Caixa do Correio do Arqº Siza Vieira, nem os azulejos daquela que é considerada a melhor fábrica de azulejaria do país, instalados no Mercado 2 de Maio, conseguiram escapar às investidas dos vândalos...

Birds Are Indie - "High on Love Songs"


"High on Love Songs", vídeo realizado por Bruno Figueiredo para o trio de Coimbra, Birds Are Indie" [Facebook] que hoje, pelas 22 horas, vai estar no "Palco Orfeão" da Feira de "São Mateus".

Dia Não!, Noite do Viriato e Não Só...




É uma realidade mais que provada que nas vésperas de ocasiões especiais acontecem "coisas estranhas"... trabalhos que há muito deveriam ter sido executados, de um dia para o outro e "milagrosamente", aparecem concretizados. Vou dar apenas dois exemplos recentes:
A limpeza da "Cava de Viriato", apenas na véspera da primeira "visita guiada" [ver];
Instalação de dois holofotes de leds de cor branca para tentar melhorar a iluminação do "Monumento a Viriato", a propósito da realização do "Dia de Viriato", na Feira de "São Mateus" [ver].

20140901

Olga Luz Figueiredo B. Almeida

 
Clique sobre as imagens para ampliar

Olga da Luz Figueiredo Baptista de Almeida, a esposa de Mestre Albuquerque com alguns trabalhos na exposição do "Legado de Mestre Albuquerque" [saber +]

O Funicular de Viseu é Lindo!

As "entranhas" sujas do Funicular de Viseu


A vedação da linha quando o funicular está fora de serviço

Duas bonitas fotos da linha do Funicular de Viseu:
1 - Amostra do lixo acumulado no interior do fosso técnico do funicular, a aguardar uma chuvada forte para a entupir as grelhas de escoamento das águas pluviais;
2 - Bonita imagem esta com as torres da Igreja da Misericórdia e da Sé reflectidas nas portas de vidro da "Estação Viriato", na Rua do Campo de Viriato.
Junto aos carris a situação é idêntica apesar de no final do mês de Junho muita sujidade ter sido arrastada pela enxurrada e a restante recolhida em sacos de plástico negro [ver]. Esta situação é uma vergonha, ainda maior porque acontece na "Melhor cidade para viver".

Recordando 33ª Meia Maratona de Viseu


Cartaz da "33ª Meia Maratona Feira de São Mateus" (e última?), realizada em 8 de Setembro de 2013 com a organização a cargo do Grupo Desportivo "Os Ribeirinhos" e os patrocínios do Município de Viseu e da moribunda EXPOVIS.

Inovações na Feira de "São Mateus"


Uma inovação desnecessária da Feira de "São Mateus" foi a mudar as barracas das enguias, da sombra dos plátanos perto antiga Central Eléctrica, para um local ensolarado junto ao Pavilhão Multiusos. Outra inovação mas por vontade do feirante, foi a contratação do "Cristiano Ronaldo das enguias" para atrai a clientela para a antiga barraca da "Ti Quitas" que trespassou o negócio e foi gozar a bem merecida "reforma".

1ª Meia Maratona do Dão


Cartaz da inovadora campanha de divulgação da "1ª Meia Maratona do Dão - Corrida da Emoção", a realizar em Viseu, no  21 de Setembro de 2014.

O Bispo de Viseu,  D. Diogo Ortiz de Vilhegas mandou construir em 1513 para cobertura da nave central da Catedral a "abóbada dos nós", decorada com cordas e nós e substituir a fachada gótica por outra ao gosto do manuelino [saber +]

A organização da nova meia-maratona de Viseu foi confiada pelo município a uma empresa privada, "profissional e experiente" que irá trabalhar em parceria com o Grupo Desportivo "Os Ribeirinhos" para que não se perca a tradição de 33 meias-maratonas,..
O percurso da meia maratona é novo e os atletas irão percorrer algumas ruas do centro histórico [ver percurso].

20140831

Grafitti de Viseu


Grafitti algures em viseu - "CLYSE"

Zona Verde a Prazo de Viseu




Já está completo o trabalho de jardinagem no terreno que estava desprezado junto ao "Parque Linear do Rio Pavia", na margem esquerda e de frente para o recinto da feira anual de Viseu (Feira de "São Mateus"). Na segunda imagem é mais fácil ver a tonalidade esverdeada significando que foi semeada relva, usando o processo denominado hidro-sementeira (uma mistura liquida homogénea de sementes, fibras e fertilizantes é espalhada e introduzida no solo, utilizando uma mangueira com pressão, obtida de um compressor que permite projectar o produto).
A sementeira de relva deve ser feita de preferência na Primavera ou no princípio do Outono mas em obras públicas ninguém se preocupa com esses pormenores, desde que alguma relva germine e o espaço fique verde, está tudo bem. Não vi qualquer sistema de rega pelo que suponho que a rega será feita por aspersores montados e tripés. E nesta época do ano a rega terá de ser generosa ou as sementes não germinarão. Se tudo correr bem em breve vamos poder usufruir de mais uma zona verde, pelo menos durante dois anos, findos os quais o proprietário poderá recuperar a plena posse do terreno que já tem um projecto de urbanização aprovado. 

"Expo São Mateus" - Elvas


Aqui não há trocas, nem baldrocas, o São Mateus é festejado em 21 de Setembro e as festas realizam-se este ano de 13 a 22 de Setembro [saber +]

"Luzes, Câmara, Asneira!"


A Câmara Municpal de Viseu, através do seu Gabinte de Imagem e Comunicação, decidiu organizar no âmbito  da Feira de "São Mateus", um concurso de fotografia:
(..)“Luzes, Câmara, Viriato!” pretende consolidar a relação de Viriato com os Viseenses e com todos os amantes da fotografia, através do fomento da criatividade pessoal no exercício da fotografia e do enriquecimento do conhecimento de Viseu, através do seu património histórico e simbólico."(...)  Continue a ler na página oficial da EXPOVIS [ligação]
Ora acontece que a frase inspiradora do título do concurso foi lembrança de alguém pouco conhecedor da história da Fotografia e do Cinema, aliás essa personagem talvez nem saiba que o cinema começou por ser apenas fotografia em movimento?
A "adaptação" da frase - "Luzes, Câmara, Acção!" é reveladora desse desconhecimento e falta de criatividade porque a frase foi e ainda é utilizada pelos realizadores, ou directores de cinema ou vídeo antecedendo um "take" e não por fotógrafos! o vídeo também tem a sua graça porque as máquinas instantâneas, embora pouco usadas estão de volta e algumas são digitais [ver]. Conheça o regulamento que apenas hoje, dia dedicado ao Viriato na Feira de "São Mateus", foi disponibilizado [ligação]. Talvez me inscreva, quem sabe?

Gato a preguiçar na "Cava de Viriato"


Este gato que encontrei a preguiçar na "Cava de Viriato" já aqui apareceu mais duas vezes [aqui] e [aqui]

Rita Guerra na Feira de "São Mateus"


Rita Guerra esteve ontem no "Palco Viriato" da Feira de "São Mateus"

"1º Circuito Cidade de Viseu"



A "Taça Nacional de Circuitos 2014", competição criada pela Federação Portuguesa de Ciclismo (FPC) para "promover e revitalizar os circuitos pós Volta a Portugal", é disputada em sete circuitos de estrada, o primeiro realizou-se na Malveira no dia 16 de Agosto. A última prova irá realizar-se em Viseu, no próximo dia 7 de Setembro, sendo a organização da responsabilidade do "Boavista Ciclismo Clube". O "1º Troféu de Ciclismo" (de Viseu) é referenciado na página oficial do município, como sendo uma “grande novidade”, recordo-me de outros circuitos realizados em edições anteriores da feira, portanto não se trata de uma novidade mas de um regresso. Também é possível ficar a saber que o "Vencedor da Taça Nacional de Circuitos será consagrado em Viseu ...". Porém o "cartaz", reproduzido na imagem que encontrei na página da câmara municipal, não me parece ter nada a ver com a competição referida [ver] porque só pode ser interpretado como um anúncio destinado á divulgação de um passeio lúdico e domingueiro que se realizará, no mesmo dia da competição, na Avenida da Europa sendo à participação aberta a todos. Acontece que esse anúncio não contém as indispensáveis indicações da hora de início do evento e do número voltas a percorrer no "circuito" da Avenida da Europa. Certamente que o vereador do Desporto, irá fazer publicar um “cartaz/programa”  e outras informações da competição oficial: interrupções do trânsito, percurso do circuito, distância percorrer (número de voltas) e a duração prevista para a prova,
Uma "inovação" da feira anual de Viseu de 2014 foi a transferência da gestão de todas as actividades desportivas, inseridas na habitual programação da Feira de "São Mateus", da EXPOVIS para o pelouro do Desporto da Câmara Municipal de Viseu e o número de eventos desportivos apoiados que foi muito reduzido. Esse desinteresse acabará por ditar o fim de diversos eventos, alguns deles com várias dezenas de anos de existência, diminuir a notoriedade das associações locais e afectar negativamente a motivação dos dirigentes associativos e dos atletas.

20140830

"Ratoeiras" na "Cava de Viriato"


Hoje encontrei, logo pela manhã, na feira anual de Viseu (Feira "São Mateus") o meu amigo C,,,,, que me contou que ontem à noite foi visitar a "Cava de Viriato" e encadeado pelos "candeeiros" da rua, o passadiço está às escuras, deu um trambolhão e ficou com as pernas esfoladas. O ferimento na perna esquerda foi mais pequeno e numa zona que não dava jeito mostrar, as calças eram apertadas e o meu amigo estava com pressa pois dirigia-se ao seu local de trabalho. Ainda bem que as "Vistias Guiadas à Cava de Viriato, se realizam durante o dia porque de noite os perigos são maiores.

Porta dos Cavaleiros e Fonte São Francsico


"Porta dos Cavaleiros" - gravura retirada do Guia Turístico (desdobrável) nº 268 da ROTEP, publicado em 1954, organizado por Camacho Pereira, Casa da Pimenteira, Cruz Quebrada.


"Porta dos Cavaleiros" - foto obtida há duas horas. Este é mais económico [ver] mas o sinal continua a ter uma função meramente decorativa...

Depois de Casa Roubada...



"Depois de casa roubada, trancas à porta!" mas este aforismo popular não me parecer ter sido completamente seguido pela EXPOVIS, ou pela câmara municipal, contino a não saber quem "manda" na feira anual de Viseu. Segundo o meu entendimento a anunciada "Auditoria Externa" às condições de segurança à Feira de "São Mateus" [ler] não previa a detecção e o "desarme" destas "ratoeiras", existentes no recinto do evento. É de lamentar que assim tenha sido porque estas duas situações, são só dois exemplos porque existem muitas outras idênticas. Enquanto ninguém se magoar e apresentar queixa às autoridades, está tudo bem. Entretanto os meios de socorro foram aumentados já contei, cinco bombeiros e uma enfermeira. O carro de fogo e socorro deverá estar estacionado no parque do Pavilhão Multiusos, local de acesso reservado.

AN@MUTE - "Back to The Funk"


"Back to The Funk", video realizado por Eurico NG [blogue] para servir de amostra ao novo disco de AN@MUTE a editar em breve [Facebook]

Espelho de Água "Feira São Mateus"


O "Espelho de Água" na feira anual de Viseu - Feira "São Mateus"

"Mestre Albuquerque"

O "Beco do Obreiro" pintura e fotografia de Pedro Albuquerque

Por ocasião do centenário do nascimento em 29 de Junho de 1914, em Serrazela, Vila da Igreja (Concelho de Sátão) de Teotónio Pedro de Albuqerque, os seus dois filho Pedro e Alexandre, organizaram uma exposição dos seus trabalhos em ferro forjado - peças decorativas e utilitárias, na casa que habitou no número 86 da Rua Direita. A mostra inclui também pintura a óleo sobre tela e seda, "medalhões" (miniaturas) de motivos florais ou paisagísticos e trabalhos em escamas de peixe de Olga da Luz Figueiredo Baptista de Almeida, esposa do Mestre Albuquerque e ainda trabalhos de pintura e escultura do filho do casal, o artista plástico Pedro Albuquerque.
A colecção de trabalhos em ferro forjado do Mestre Albuquerque, foi doada há três décadas à Câmara Municipal de Viseu que ainda não recolheu o legado. O espaço expositivo, o rés-do-chão da casa e o jardim estão abertos ao público, todos os dias das 15 às 19 horas [saber +].

Bolotas na "Cava de Viriato"


Fui mais uma vez à "Cava de Viriato" para ver se encontrava alguma carocha [ver], mas infelizmente e pelo terceiro ano consecutivo, só vi bolotas e mais pequenas do que é costume.

20140829

"Pavilhão Cidade de Viseu"


Aprendam como do velho se faz novo, quase num piscar de olhos....

"Rota da Laje Ranhados"


A Propósito do "Dia de Viriato"


Este ano estou confuso, e deve haver muitos mais, qual será a entidade organizadora da feira anual de Viseu - A EXPOVIS ou o Município de Viseu ? Quem anunciou a abertura de um "Novo Ciclo", para a feira foi o presidente da câmara municipal, Dr. Almeida Henriques. Dias mais tarde revelou que iria ser retomada a "tradição do Dia de Viriato",  85 anos depois da sua criação e 80 anos depois da última realização, que se conhece. Acho no mínimo estranho que um evento que foi efémero, apenas se terá realizado em 6 dos 503 anos de existência de uma feira em Viseu, com São Mateus como patrono, seja considerado "uma tradição". Entre 1929 e 1934 as receitas das bilheteiras no "Dia de Viriato, eram destinadas à angariação de fundos para erigir um monumento ao heróico chefe dos aguerridos lusitanos. A ideia germinara na cabeça do Dr. José Coelho, arqueólogo e vereador que oficialmente e pela primeira vez em 1914, a apresentou à câmara municipal e apenas foi concretizada em 16 de Setembro de 1940, graças ao empenho do Capitão Almeida Moreira que não chegou a ver o fruto do seu labor, porque faleceu em 18 de Dezembro de 1939. Portanto a tradição do "Dia de Viriato" é uma "falácia", a "tradição" que ficou e não parou de crescer, foi a dos dias com entradas pagas. Do pagamento da entrada somente num Domingo, o dia 22 de Setembro de 1929, a "favor do Viriato", a "Feira Franca de São Mateus" passou em 1934 a contar três domingos pagos. Por esses anos a feira iniciava-se nos primeiros dias de Setembro e terminava sempre no dia 30 (1929 de 10 a 30 de Setembro, 1930 idem, 1931 (?) de 5 a 30 de Setembro). No dia 15 de Setembro de 1511 foi realizada uma feira fora do reduto da Cava, a pedido dos viseenses que dirigiram um pedido ao rei  D. Manuel I que concordou e marcou a data e duração da feira - 15 a 30 de Setembro, com três dias francos: 20 dia anterior à festa de São Mateus, 21 dia do Patrono e dia 22 o dia seguinte, Naturalmente o dia 21 de Setembro - Dia de São Mateus, fez sempre parte do calendário da feira, seria impensável que tal não sucedesse. O facto da feira deste ano terminar no dia 14 de Setembro quebra uma  tradição, com mais de meio milénio de existência e muitos viseenses calam a sua revolta, quando deveriam tal como Viriato "rebelar-se" contra quem chega e faz tábua rasa do passado, em favor duma "modernidade" duvidosa. Voltando ao "Dia de Viriato", entendo que se tencionam retomar esse acontecimento, o deveriam fazer em 16 de Setembro a data da inauguração do Monumento a Viriato", do escultor espanhol Mariano de Benliure, mas nesse dia também já não haverá feira este ano nem nos próximos anos, pelo menos enquanto o Dr. Fernando Ruas não regressar à câmara! Se teimarem em continuar com a realização do "Dia de Viriato" em Agosto, tomo a liberdade de apresentar a seguinte proposta. A receita da bilheteira deverá reverter para um "fundo" destinado a efectuar a limpeza do "Lago ou Poço da Cava", a retirar todas as lages de granito, colocadas sobre o passadiço da antiga fortaleza e todas a escadarias, a instalar iluminação que ilumine de verdade e possa resistir melhor aos actos de vandalismo - no passadiço da "Cava de Viriato", na Rua dos Plátanos, na Rua dos Heróis Lusitanos, no novo arruamento que liga a Rua dos Heróis Lusitanos à Rua do Coval e na nova praça de acesso ao monumento.
Para colocar umas simples placas, junto ao Viriato a indicar onde estão localizados os novos acessos ao cimo dos taludes, o orçamento da câmara é mais do que suficiente, haja vontade!

Fonte principal; "A Feira de São Mateus em 1940 - Entre o Duplo Centenário e o Monumento a Viriato", de Luís da Silva Fernandes, in a "FEIRAEMREVISTA", Viseu 2014

A Melhor Cidade Para (Mal) Estacionar


Muitos daqueles que concordam com a propaganda que diz ser "Viseu é a melhor cidade para feirar", também concordam que é a "Melhor cidade para (mal) estacionar". Para serviços pagos não faltam polícias, em cada entrada da feira anual, nos dias em que as entradas são pagas, costumam estar quatro agentes e no recinto é muito fácil encontrar polícias. E no que diz respeito aos agentes da Polícia Municipal, o melhor local para os encontrar é no quartel.

Fonte de S. Francisco e Porta Cavaleiros


As pombas que vivem, nidificam e procriam na "Porta dos Cavaleiros" e não respeitam o São João Baptista [ver] matam a sede bebendo as escassas gotas de água das bicas da "Fonte de São Francisco".


Bem perto dos ninhos das pombas e dos seus poleiros encontrei este automóvel que deverá "beber muito". O proprietário deve considerar que o sinal faz parte da decoração do monumento...

Percursos Pedonais e Cicláveis


A calçada ainda não foi lavada mas percebe-se perfeitamente que o passeio até aqui reservado a peões junto à Escola da Ribeira. do lado dos terrenos onde se realiza às Terças-feiras, o mercado semanal irá ser integrado na futura rede de percursos pedestres e cicláveis. Este troço pertencerá à rede prevista no Programa Polis, de ligar o Fontelo e o Parque da Radial de Santiago à "Ecopista do Dão", na Avenida da Europa junto ao Tribunal. Não me parece feliz a ideia criar um percurso com tantas interrupções e passagens por avenidas, arruamentos e rotundas muito movimentadas. E uma vez que não "adivinhei" o percurso [ver] que afinal irá atravessar o recinto da feira semanal, é certo que nos dias de feira a utilização da via só será possível por volta das 17 horas, depois dos serviços de limpeza completarem o seu trabalho de apanhar os plásticos e papéis que sempre vão ficando pelo chão e retirado os contentores do lixo que voltarão a ser recolocados na tarde da Segunda-feira seguinte.

A Limpeza da "Cava de Viriato"


Ontem reparei que dois homens empunhando moto-roçadouras e uma senhora andavam a fazer a limpeza da "Cava de Viriato", trabalho que continuava esta manhã e deverá prolongar-se por vários dias. Manter o monumento sempre bem cuidado é uma tarefa que exige trabalho continuado e não intervenções espaçadas que ultimamente têm sido realizadas aos Sábados. Curiosamente hoje às 18 horas terá inicio, na Praça D. Duarte mais uma visitada guiada aos "Mercados no tempo da cidade: 2000 anos de comércio", que terminará com uma visita à cava porque no seu interior, se realizaram feiras. Quero acreditar que desta vez não haja ligação entre os trabalhos e a visita à cava como sucedeu no passado dia 16 [ver].

A Nova "Zona Verde" de Viseu

Já iniciaram a plantação de arbustos e árvores na nova "Zona Verde" (ou será "Jardim ?") porque actualmente a distinção na prática parece nem existir, que está a ser implantada junto ao Orfeão de Viseu e ao Parque Linear do Rio Pavia.


Junto à sede do orfeão já plantaram algumas árvores, numa faixa de terreno contígua à parede virada a nascente. Começaram por cobrir o solo com uma tela para impedir a exposição solar e o crescimento de outra vegetação, especialmente ervas daninhas, que depois irão cobrir com pequenos pedaços de carcódoas (cascas dos pinheiros). Nota-se uma "estranha azáfama", normalmente estes trabalhos costumam ser mais demorados e certamente a relva irá ser semeada, para diminuir os custos. Talvez seja por essa razão que os trabalhos parecem uma "prova de contra-relógio". Uma fonte que reputo de bem informada adiantou-me, informalmente que o custo dos trabalhos rondaria os 37.000 euros e o terreno fora cedido pelo proprietário, muito conhecido no ramo do imobiliário e com interesses noutras áreas de negócio, ao município por apenas dois anos. Mas que futuramente e devido à grande crise que o sector atravessa, o destino da propriedade poderia não ser outro. O terreno é delimitado a norte pelo Parque Linear do Rio Pavia, a sul pela Rua Serpa Pinto, a nascente pela Travessa da Fábrica e a poente pela sede do Orfeão de Viseu e pelo Largo do Matadouro,  tem uma área bastante considerável e poderá se bem planeado, executado, com boa manutenção e cuidados, no futuro vir a ser um local agradável situado em frente do Campo de Viriato, local onde se realiza a feira anual de Viseu. O objectivo será ter o trabalho finalizado rapidamente ainda antes do próximo dia 14 de Setembro, data do encerramento do evento. Facto que duvido que venha a ser possível apesar de todos os esforços, a relva poderá nascer e crescer mas não terá condições para ser pisada.

20140828

31 de Agosto - "Dia de Viriato"

Cliue sobre a imagem para ampliar

Este ano a EXPOVIS empresa municipal organizadora da Feira de "São Mateus" resolveu dedicar o dia 31 de Agosto (Domingo) a Viriato e preparou várias actividades para essa data [ler]

"Viseu com Z" no Facebook


Para ver uma quantidade enorme de documentos sobre Viseu, com "Z" e com "S" aconselho a visita a à página do Facebook  ["Viseu com Z"]

O "Lixo" no "Lago da Cava"


Dois taludes da "Cava de Viriato", ao fundo a "Cava dos Plátanos"

Dois pneus que estavam submersos no passado dia 16 de Agosto e o pessoal da câmara não retirou, porque não os viu nem usava botas de água

Outro pneu em iguais circunstâncias mas este  revelou ter uma tina de plástico em cima


O famoso pneu de tractor que também estava mergulhado na água do "Lago da Cava", é já meu conhecido de há muitos anos. Também é possível avistar outros objectos e à medida que o nível da água baixar, mais irão aparecer. Será que os engenheiros da câmara vão aguardar que a água desapareça totalmente, para retirar o "lixo"?  Moradores, visitantes do monumento, incluindo os que participam nas "visitas guiadas" vão ver esta situação vergonhosa durante mais quanto tempo?
O "Lago da Cava" há muitos anos que precisa de uma limpeza profunda na qual terão de ser usadas máquinas e de trabalhos de consolidação dos muros que delimitam os terrenos agrícolas vizinhos que estão cheios de mato e silvados de grande altura. Se a proposta número 21 para o "Orçamento Participativo Viseu 2014", for aprovada poderá haver verba para acabar de vez, com esta vergonhosa situação.